RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PIRES DA COSTA. (Padre Francisco) NOVO MINISTRO DOS ENFERMOS, OU METHODO PRATICO

De Administrar os Sacramentos Aos Enfermos, e Assistir Aos Moribundos. Dirigido Aos Novos Sacerdotes da Congreg. de S. Camillo Pelo P. F. P. C. Da Mesma Congregação. LISBOA: Na Impressão Regia. Anno 1815. Com Licença.

In 8º de 14,1x9,7 cm. Com xxxiv, 358 págs. Encadernação inteira da pele da época com ferros a ouro e rótulo verde escuro.

Exemplar com assinatura de posse coeva na folha de guarda: «Este Livro he de D. Matilde Augusta Xavier da Silva Pereira assistente em o lugar de Argomil»

As páginas preliminares contêm: Prólogo Aos Novos Sacerdotes da Congreg. de S. Camillo, e Instrução Preliminar Sobre a Natureza, e Symptomas das Enfermidades. Apresenta citações de S. João Evangelista e de S. Gregório no verso da folha de rosto.

A obra divide-se em duas partes. A primeira é composta por dezoito capítulos com pormenorizadas explicações e normas sobre o que deve fazer um sacerdote em favor dos doentes em perigo de vida e para aqueles ainda com esperança de cura segundo as doenças que sofrem.

Inclui o rito para administrar o Sagrado Viático, a Extrema Unção, a Indulgência Plenária para a hora da morte concedida por Bento XIV e as indulgências privativas de diversas ordens religiosas.

A segunda parte contêm conselhos aos padres, exortações aos cristãos acerca da morte e um conjunto de orações e ladainhas para serem recitadas nos diversos momentos da assistência aos enfermos e aos moribundos.

Os ritos, orações e ladainhas são em latim que por vezes é traduzido para português.

Livro muito raro e de grande importância para o estudo das atitudes sociais perante a morte e a acção da Igreja Católica, em especial da Congreçação de S. Camilo de Lelis, no apoio aos doentes durante a primeira metade do século XIX.

São Camilo de Lellis (Bucchianico 1550 - Roma, 14 de julho de 1614) foi um religioso italiano, fundador da Ordem dos Ministros dos Enfermos (Camilianos). Foi canonizado em 29 de Junho de 1746, pelo Papa Bento XIV, em 1886 foi declarado protector dos enfermos e dos hospitais, juntamente com S. João de Deus, pelo Papa leão XIII.

Inocêncio III, 37.

Referência: 1910PG039
Local: M-1-D-41


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters