RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS, QUADRO A ÓLEO PINTADO SOBRE MADEIRA.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



GUSMÃO. (Alexandre de) HISTORIA DO PREDESTINADO PEREGRINO,

E SEU IRMÃO PRECITO, Em a qual debaxo de huma misteriosa Parabola se descreve o sucesso feliz, do que se ha de salvar, & a infeliz sorte do que se ha de condenar. DEDICADA AO PEREGRINO CELESTIAL, S. FRANCISCO XAVIER, Apostolo do Oriente. COMPOSTA PELLO P. ALEXANDRE DE GVSMAM da Companhia de IESV, da Provincia do Brazil. EVORA. Com todas as licenças necessarias na Officina da Universidade. Anno de 1685.

In 8º (de 13,7x9 cm) com [8], 364, [9] págs.

Encadernação da época, inteira de pele, com ferros a ouro na lombada, apresentando perda do rótulo com o título da obra.

Exemplar apresenta um título de posse manuscrito na folha de guarda anterior «Maria do Nascim[en]to» e leves vestígios de humidade e oxidação natural das folhas, bem como pequenas anotações no texto com perfuração causada por oxidação da tinta.

A obra é toda constituída por parábolas que relatam uma viagem romanceada à Terra Santa, partindo do Egipto e terminando na Babilónia que é, metafóricamente, o Inferno. A importância desta obra provém do facto de ser a primeira edição de uma novela com alegorias a costumes morais, a qual muitos autores consideram (segundo Borba de Morais) o primeiro livro de ficção escrito no Brasil por um autor português. Ainda segundo Borba de Morais apareceu uma variante no mesmo ano e do mesmo impressor.

Inocêncio I, 32 «P. ALEXANDRE DE GUSMÃO, Jesuíta, cuja roupeta vestiu no collegio da cidade da Bahia a 28 de Outubro de 1646. Viveu no Brazil a maior parte da sua longa vida, e exerceu varios cargos na sua provincia, inclusivè o de Preposito provincial que foi duas vezes. - N. em Lisboa a 14 de Agosto de 1629, e m. no Seminario que fundara no logar da Cachoeira, a quatorze legoas da Bahia em 15 de Março de 1724. Barbosa fez menção de um seu retrato, gravado em Alemanha, o qual ainda não vi. 178) (C) Historia do Predestinado Peregrino e seu irmão Precito, em a qual debaixo de uma mysteriosa parabola se descreve o successo feliz do que se ha de salvar e infeliz sorte do que se ha de condemnar. Lisboa, por Miguel Deslandes 1682. 8.o de VIII 254 pag. Evora, na Off. da Academia 1685. 8.o - Lisboa por Filippe de Sousa Villela 1724. 8.o (Sahiu traduzida em castelhano. Barcelona 1696. 4.o) ».

Brasiliana, Borba de Moraes, Vol. I, pág. 383

 In 8º (13.7x9 cm) with [8], 364, [9] pp.

Binding: Contemporary full calf with gilt tools on spine. The label with the title of the work is missing.

Copy with a handwritten ownership title on the front endpaper «Maria do Nascim[en]to» and slight foxing, as well as small notes on the text and holes caused by ink oxidation.

This is the first edition of the allegorical morality novel which many consider to be the first work of fiction written in Brazil by a Portuguese author. Another edition appeared on the same year with the same collation and imprint.

Referência: 1712JC017
Local: M-3-D-42


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters