RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS, QUADRO A ÓLEO PINTADO SOBRE MADEIRA.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



FIORAVANTI. (Leonardo) DELLO SPECCHIO DI SCIENTIA UNIVERSALE.

Dell’ Eccellentiss. Dottor, e Caualier M. LEONARDO FIORAVANTI Bolognese. LIBRI TRE. Nel primo de quali, si trata di tutte l’arti liberali, & mechaniche, & si mostrano tutti i secreti più importanti, che sono in esse, Nel secondo si trata, di diuerse scientie, & di molte belle contemplationi de Filosofi antichi. Nel terzo si contengono alcune inuentioni notabili, vtilissimi, & necessarie de saperse. Nuouamente ristampato, corretto, e e con molte cose aggionte. Al Molto Illustr. Sig. Sig. e Padron Osser. il Sig. ALESSANDRO MORA. IN VENETIA, Apresso Zaccaria Conzatti. M. DC. LX. [1660].

In 8º (14,5x9,5 cm) com [24], 512 págs.

Encadernação da época inteira de pele com nervos e ferros a ouro na lombada.

Exemplar apresenta oxidação natural do papel e leves manchas e anotações marginais a tinta. Folhas de guarda grafitadas e com rasgos.

5ª edição de 1660  (outras edições em 1564, 1567, 1583, e 1624)

Obra pré-enciclopédica, com um vade mecum de todos os assuntos materiais e espirituais, de cultura geral e em particular de cultura europeia, para os quais o homem desta época procurava, com preocupação, uma resposta relativa aos conhecimentos gerais, tanto técnicos como científicos e filosóficos.

Nesta obra, Espelho da Ciência Universal, estão contidos os mais diversos assuntos que aparecem com uma sequência misturada (actualmente dita ilógica),como  por exemplo temas sobre a medicina; a cirurgia; as madeiras; as tintas; os tecidos; a navegação: o comércio; a escultura; a anatomia; a lã; a seda; a metalurgia; a estampagem; o calçado; a barbearia; a cosmografia; a arte da dança; a gramática; a filosofia; a consciência da morte; a cidadania; a luxúria; a perfumaria; as cartas de Catão; a pedra filosofal; a forma de curar as úlceras; entre muitas outras.

No final do texto, em cólofon, aparece uma lista das obras impressas do mesmo autor: Il Capricio Medicinal; Il Compendio di Secreti Rationali; Il Regimento della Peste; Il Tesoro de la Vita Humana; La Cirugia del Fioravanti; Il Discorso di Cirugia; e La Fisica del Fioravanti.

Leonardo Fioravanti (Bolonha, 1517 - Veneza, c. 1583) foi um famoso médico italiano. Em 1550, foi nomeado por D. Pietro Toledo protomédico do exército imperial. Participou no ataque da baía de Monastir, na costa do Norte de África. Os seus cuidados médicos deram um contributo importante para a vitória desta guerra. Recorreu à sua experiência química para criar um antídoto para o veneno de flechas do exército inimigo e começou a desenvolver novos medicamentos para tratar feridas.

Depois da guerra, ou seja, depois de 1555, deixou Nápoles para Roma em busca de trabalho. Em Agosto de 1555, após tratar a gota do embaixador Português, passou a viver anos de paz profissional. Fioravanti, tal como Paracelsus, também abalou os alicerces da medicina, no entanto entre os dois não havia qualquer tipo de relacionamento. O que os une é definitivamente a enorme confiança depositada na alquimia, arte que aprendeu como autodidacta durante os seus estudos na Sicília. Fioravanti ainda acreditava nas propriedades curativas dos objectos de culto. Finalmente Fioravanti induziu o vómito (actual lavagem ao estômago) como forma de tratamento.

 Dim.: In 8º (14.5x9.5 cm) with [24], 512 pp.

Binding: Contemporary full calf with raised bands and gilt tools on spine.

Copy has some natural oxidation of the paper, slight spots, and marginal ink notes.  Endpapers scribbled and with tares.

Fifth edition dated 1660 (other editions in 1564, 1567, 1583, and 1624)

Pre-encyclopedial work with a vade mecum of all material and spiritual matters, of general culture, especially of European culture. At that time, people looked with some concern for answers related to general knowledge, both technical and scientific or philosophical.

This work, “Mirror of the Universal Science”, contains all types of different subjects in a mixed sequence (today considered illogical), as for instance themes related to medicine; surgery; woods; paints; fabrics; navigation; trade; sculpture; anatomy; wool; silk; metallurgy; stamping; shoes; barber; cosmography; the art of dance; grammar; philosophy; the awareness of death; citizenship; lust; perfumery; the cards of Cato; the philosopher’s stone; the way to cure ulcers; among many others.

At the colophon there is a list of works printed by the author: Il Capricio Medicinal; Il Compendio di Secreti Rationali; Il Regimento della Peste; Il Tesoro de la Vita Humana; La Cirugia del Fioravanti; Il Discorso di Cirugia; and La Fisica del Fioravanti.

Leonardo Fioravanti (Bologna, 1517 - Venice, c. 1583) was a famous Italian medicine doctor. In 1550 was nominated by D. Pietro Toledo Main Physician of the imperial army. He took part in the attack at Monastir Bay, in the coast of North Africa. His medical care played an important role in the victory of this war. With his chemical experience, he created and antidote for the poison of the arrows of the enemy and started to develop new medication to treat wounds.

After the war in 1555 he left Naples and headed to Rome searching for work. In August 1555 he treated the Portuguese ambassador’s gout and started a peaceful professional life.

Fioravanti, like Paracelsus, also shook the foundations of medicine but they were not related in any way. What connects them is definitely the extreme trust in alchemy, an art he taught himself during his studies in Sicily. Fioravanti also believed in the healing properties of cult objects.

Ref.: (1ª edição/edition) Adams F 491.

 

Referência: 1508JC013
Local: M-11-C-36


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters