RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



HUET, Pierre Daniel. TRATTATO DELLA SITUAZIONE DEL PARADISO TERRESTRE

ai signori Dell’Accademia Francese OPERE DI MONSIGNOR PIETRO DANIELLO UEZIO, Vescovo Di Avranches, dell’Accademia Francese, Tradotta dalla Lingua Francese. IN VENEZIA. Presso Giambatista Albrizzi. MDCCXXXVII. [1737].

In 8 (de 15x9,5 cm) com [xliv], 234 pags.

Encadernação da época inteira de pele com ferros a ouro na lombada.

Ilustrado com um frontispício gravado a chapa por Orsolini e um mapa desdobrável (de 22x19 cm) da Arábia, Golfo Pérsico, Médio Oriente e Cáucaso.

Huet localiza o Paraíso na Mesopotâmia (entre os rios Eufrates e Tigre). Entre as localizações do Paraíso sugeridas pelos estudiosos e filósofos a localização de Pierre Daniel Huet é a mais famosa dos tempos modernos. As primeiras tentativas de localização geográfica do paraíso remontam ao século VI. Com a expansão do conhecimento geográfico, o lugar atribuído ao Paraíso veio contrastar com a experiência do mundo real, ou seja, foi demonstrado que havia mais espaço para o Paraíso do que se estimava na era medieval, e o jardim do Éden foi movido de uma extremidade do mundo conhecido para a outra, da Mesopotâmia para a África Oriental, do Sudeste da África para a costa leste da Índia, e a questão da localização do Paraíso foi reconhecida como um problema racionalmente insolúvel no decurso do Renascimento. No século XVI recomeçou a tentativa de uma determinação geográfica, conforme publicado em várias edições protestantes sobre o Paraíso. O mapa topográfico, não assinado, mostra na parte superior direita o mar Cáspio, no centro a Mesopotâmia (Iraque) com os rios Tigre e Eufrates, e a Península Arábica, bem como o Golfo Pérsico logo abaixo.

 Huet locates Paradise in Mesopotamia (between the Euphrates and Tigris rivers). Amongst the famous locations of Paradise, by scholars and philosophers, the one referred to by Pierre Daniel Huet is the most famous of modern times. The first attempts to geographically locate paradise date back to the 6th Century. The expansion of geographical knowledge assigned to Paradise came in contrast to the experience of the real world, as it had been shown that Paradise was larger than what was believed in the Middle Ages, and the Garden of Eden was moved from one end of the known world to another, from Mesopotamia to East Africa, and then from Southeast Africa to the east coast of India. The question of the location of Paradise was recognized as a rationally unsolvable problem in the course of the Renaissance period. In the 16th Century began an attempt for a geographical determination; as published in various Protestant editions on the Paradise. The topographical map, not signed, shows on the top right the Caspian Sea, Mesopotamia (Iraq) on the center with the rivers Tigris and Euphrates, and the Arabian Peninsula as well as the Persian Gulf below.

Referência: 1405JC061
Local: Laurens


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters