RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



VÉRTICE,Nº 449.

Vol. XLII. Julho-Agosto. Director Ivo Cortesão. VÉRTICE, Empresa Jornalística, SARL. Coimbra. 1982.

De 22x16 cm. Com 95 págs, com paginação numerada da página 465 à 560. Brochado.

Ilustrado no texto com reproduções a preto e branco de gravuras e fotografias.

Contém diversos artigos de diversos autores, dos quais se destacam Armando de Castro, Manfred Buhr, Orlando Cardoso e Fernando Namora, entre outros. 

A Vértice é uma revista portuguesa de cultura e arte, fundada em Coimbra, em 1942. Em Fevereiro de 1945 (n.º 4-7), sob uma nova direcção integrada por um grupo de jovens, torna-se uma tribuna do movimento neorealista português e um instrumento de resistência à ditadura do Estado Novo.

Ao cobrir uma vasta gama de temas no quadro da multidisciplinaridade e interdisciplinaridade, é um espaço de intervenção cultural, um projecto e um instrumento de reflexão, crítica e debate. Entende a cultura em sentido amplo, dando atenção tanto à criação literária, artística, filosófica e científica, como à realidade económica, social e política.

Referência: 2103PA284
Local: I-102-F-61


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters