RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



MACEDO. (José Agostinho de) A VERDADE, OU PENSAMENTOS FILOSOFICOS SOBRE OS OBJECTOS MAIS IMPORTANTES Á RELIGIÃO, E AO ESTADO.

Por José Agostinho de Macedo. Lisboa: Na Impressão Regia. Anno 1814. Com licença.

In 8º de 15x10,5 cm. Com [vi], 173, [v] págs. Encadernação da época com rótulo vermelho e ferros a ouro na lombada. Cortes das folhas mosqueados a azul. Com falhas de pele à cabeça da pasta anterior.

1ª Edição rara. Foi publicada a 2ª edição em Lisboa em 1828 e uma 3ª edição em Pernambuco em 1836. 

Nesta obra o autor defende que a fonte da verdade e do conhecimento é a religião, condena a maçonaria como culpada dos males do tempo em que foi escrita a obra e que tiveram início na Revolução Francesa,  contestando as ideias defendidas por Helvécio, Rousseau, pelos enciclopedistas e por Diderot. 

É considerada uma das obras mais notáveis deste polémico escritor, mesmo por críticos muito distantes do seu campo ideológico.   

Uma das mais importantes obras para estudar o debate político e filosófico no início do século XIX em Portugal, no período em que ganhavam força as ideias que iriam dar origem à revolução liberal de 1820 e depois à instalação definitiva do regime liberal a partir de 1834.

Ref.: Inocêncio Francisco da Silva. Memórias para a Vida Íntima de José Agostinho de Macedo. Obra organizada por Teófilo Braga. Lisboa. 1898. pág. 96-97 e 218. 

Inocêncio IV, 195. 

Referência: 2011PG011
Local: I-47-H-31


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters