RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ROCHA MARTINS. (Francisco José da) D. CARLOS. HISTORIA DO SEU REINADO.

[Por]... Da Academia das Sciencias de Lisboa. Composto e Impresso nas oficinas do «ABC». Edição do autor. MCMXXVI [1926].

De 36,5x28 cm. Com [xii], 603, [i] págs. Belíssima encadernação com lombada e cantos em pele, com nervos e ferros a ouro e folhas de guarda decorativas. Cabeça do corte das folhas carminada. A encadernação preserva a capa de brochura anterior e inclui uma fita marcadora de seda azul. Obra luxuosa, impressa em papel de elevada qualidade.

Profusamente ilustrado no texto com retratos fotográficos, gravuras e fac-similes de documentos e frontispícios; em extratexto, com reproduções de quadros, retratos e gravuras de maior dimensão e coladas em papel cartonado e colorido. As ilustrações em extratexto são decoradas com molduras desenhadas, e impressas sobre papel couché. Encontram-se, à semelhança das ilustrações no texto sobre papel couché, coladas apenas pela parte superior destas. Apresenta ainda capitulares, vinhetas e florões de remate ao longo do texto.

Exemplar com assinatura de posse manuscrita na folha de rosto e na página 5. Contém ainda uma etiqueta do encadernador «Fausto Fernandes», Lisboa, 1951, colada na folha de guarda posterior.

Importante repositório de documentação gráfica e literária, fundamental para a apreciação da vida, do reinado e do desfecho trágico de D. Carlos I.

Descreve com grande perspicuidade os passos iniciais do monarca, vida na corte e educação a que se segue um relato das dificuldades por este sentidas em matéria de política interna, externa e colonial. Documenta a ingerência de elementos da Companhia de Jesus e Maçonaria nos acontecimentos relatados, traçando uma panorâmica exaustiva das agitações políticas, sociais e militares e ainda das principais figuras políticas à época.

Tece ainda considerações acerca do carácter de D. Carlos, retratando-o na qualidade de filantropo, artista e homem de ciência.

Organiza-se em quatro partes: A Educação Real; As Reaes Ilusões; Observação Real; A acção Real.

Evoca, descrevendo circunstanciadamente, importantes efemérides da época como o «Ultimatum» britânico, a criação do hino nacional, a revolta do Porto, a guerra de África, as campanhas científicas do D. Amélia, ou ainda a Revolta de 28 de Janeiro.

Referência: 2010SB273
Local: I-222-A-30


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters