RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



BLANCHARD. (Pierre) e Mateus José da Costa. THESOURO DE MENINOS.

Resumo da Historia Natural, para uso da Mocidade de ambos os Sexos, e instrucção das pessoas, que desejão ter noções de História dos tres Reinos da Natureza. Obra Elementar, Compilada, e ordenada por Pedro Blanchard, Traduzida do Francez, e offerecida á Mocidade Portugueza, Por MATHEUS  JOSE’ DA COSTA, Beneficiado, e Mestre de Ceremonias da Santa Igreja Patriarcal de Lisboa. Tomo Primeiro. [a Tomo Sexto] Cosmographia e Mineralogia. Lisboa, NA IMPRESSÃO REGIA. Anno 1814. Com licença.

5 volumes in 8º de 16,7x10,7 cm. Com xxviii, 254; 476; [x], 379; 463, [vii]; 448; págs.

Encadernações da época inteiras de pele (nos primeiros 4 volumes) com dois rótulos vermelhos, ferros a ouro na lombada e nas pastas onde formam esquadrias com filete duplo. Cortes dourados por folhas e folhas de guarda em belo papel marmoreado. O quinto volume com encadernação da época em pele com dois rótulos verdes e ferros a ouro na lombada. As encadernações embora apresentem ligeiras diferenças nos rótulos e nos ferros utilizados são todas da mesma oficina e a diferenças devem-se ao facto de terem sido executadas em anos diferentes ao ritmo da publicação da obra. 

Ilustrados com 64 gravuras em extratexto, representando espécimes observados de facto, como a foca morta nas praias da Arrábida, no volume 4º, pág. 234. O 1º volume contém duas gravuras iguais, o 2º tem 9 gravuras, o 3º volume 11 gravuras, o 4º volume 16 gravuras, o 5º volume 20 gravuras. 

Exemplar com falta do frontispício no primeiro volume, que é substituído por uma gravura igual à gravura em frente à página 10. Falta uma gravura junto à página 3 do 5º volume e duas folhas com erratas no 1º volume.

As folhas de rosto dos primeiros quatro volumes têm assinaturas de posse em letra coeva de Antóno Teixeira de Sousa Pinto e (com a menção Hoje he de) D. Teresa Clementina Teixeira de Sousa Pinto. Com picos de traça junto ao festo nas primeiras 36 páginas do 2º volume e na margem das últimas páginas do 4º volume.

Esta obra começou a ser publicada em 1813, sendo o 5º volume publicado só em 1819 e o sexto em 1824, o que explica o facto de a maior parte das colecções terem os dois últimos volumes com dimensões e encadernações diferentes.

Cada volume aborda os seguintes temas: Volume I: Cosmografia e Mineralogia. Volume II: Botânica; Volume III: Zoologia. Mamíferos. Volume IV: Continuação dos Mamíferos e Aves. Volume V: Zoologia. Continuação das Aves, e Peixes; Volume VI: Continuação dos Peixes, Crustáceos, Testáceos, Répteis, Vermes, Insectos, Pólipos, e Vermes Zoófitos.

Os quatro últimos volumes têm acrescentado nas folhas de rosto, depois de “Traduzido do Francez”, as seguintes informações: “com muitas correcções e artigos novos. Offerecida a Sua Alteza o Principe Real Do Reino Unido de Portugal, e do Brazil, e Algarves, Duque de Bragança, O Senhor D. Pedro de Alcantara”. O segundo volume contém uma dedicatória a D. Pedro de Alcântara, futuro D. Pedro IV.

Exemplar constituído por volumes da 1.ª edição, sendo que as edições do segundo volume (datado de 1813) e do sexto (datado de 1824) não são mencionadas por Inocêncio.

Obra que adoptou a nomenclatura portuguesa do cientista Brotero pois, como é referido no subtítulo, é um resumo da história natural e por isso é muito rica em referências ao continente Americano. A título de exemplo apresentamos a seguir uma escolha de referências à geografia, mineralogia, fauna e flora das Américas.

Contém referências à Cordilheira dos Andes, a vulcões na América Central – o Pitchinxa e o Cotopaxi; uma descrição dos habitantes do continente Americano, com uma gravura (Vol. III, 124); grande número de referências e descrições de plantas do Continente Americano, nomeadamente do Brasil, como por exemplo – Cajueiro, Saboeira, Anileira, Campecheiro; das Antilhas – Palmeira Areca, Mancinella, assim como de animais do Brasil – Lebre Tapeti, Lontra Jiya, o jaguar, e o tigre preto; do México – Gato-montês; do Perú – Lama e Guanaco e a Marmota da América em geral.

Inclui também uma exposição sucinta do sistema de Lineu, assim como pormenorizados e extensos índices que tornam fácil procurar os temas do interesse de cada leitor, em especial os índices no volume II, com as designações das plantas em português, francês e latim.

Padre Mateus José da Costa (Carnide, ? - 1828) Beneficiado e Mestre de Cerimónias na Igreja Patriarcal de Lisboa e irmão mais velho do coronel José Maria das Neves Costa. Traduziu diversas obras didácticas muito utilizadas no ensino da época e escreveu um estudo sobre Direito Canónico, a saber: Instrucções de Phocion, a Aristias sobre a relação da moral com a politica. traduzido do francez. Lisboa, 1791; Instrucções elementares de agricultura, ou guia necessaria aos cultivadores. Escripta em italiano por Adão Febroni e vertida em portuguez da traducção franceza. Lisboa, na Imp. Regia 1812; Thesouro de meninos: obra classica dividida em três partes, moral virtude, civilidade. Por Pedro Blanchard, vertida em portuguez, terceira edição, Lisboa, na Imp. Regia 1817 e Dissertação canonica, servindo de terceira resposta a um quesito sobre o uso do amicto debaixo do pluvial, por parte dos conegos quartanarios da sancta Sé de Evora. Lisboa, na Imp. Regia 1817.

 Summary of Natural History to be used by young people of both genders, and to teach people who wish to get some knowledge about the three Kingdoms of Nature. Elementary work, gathered by Pedro Blanchard. Translated from French by Mateus José da Costa.

Dim.: 6 volumes. in 8º, 16.7x10.7 cm. (5th and 6th volumes measuring 15.5x10.3 cm.) With xxviii, 254; 476; [x], 379; 463, [vii]; 448; 403 pp.

Binding: The first four volumes in contemporary full calf with two red labels and gilt tools on spine; gilt double frames on boards. Gilt edges. Beautiful marbled endpapers. The last two volumes bound in contemporary full calf with two green labels and gilt tools on spine.

Illustrated hors-text with 64 engravings, depicting observed specimens like a dead seal on the shores of Arrabida on page 234 of the 4th volume. The first volume contains two equal engravings; the second volume has 9 engravings; the third 11 engravings; the fourth 16; the fifth 20; and the sixth 6 engravings.

The first volume is missing the frontispiece, which has been replaced by the engraving equal to the one facing page 10, and also the two folios of Errata. The fifth volume is missing one engraving before page 3.

The title pages of the first four volumes have contemporary handwritten signatures of Antóno Teixeira de Sousa Pinto and (stating now owned by [Hoje he de]) D. Teresa Clementina Teixeira de Sousa Pinto. Worming on the second volume at the inner joint of the first 36 pages, and at the margins of the last pages of the fourth volume.

This work started being published in 1813, however the 5th volume was first published just in 1819 and the 6th in 1824. This explains the fact that most of the complete collections have the two last volumes in different bindings or even different sizes.

Each volume addresses the following themes: Volume One: Cosmography and Mineralogy. Volume Two: Botany; Volume Three: Zoology. Mammals. Volume Four: Continuation of Mammals and Birds. Volume Five: Zoology. Continuation of Birds, and Fish; Volume Six: Continuation of Fish, Crustaceans, Testaceans, Reptiles, Worms, Insects, Polyps, and Zoophyte Worms.

The four last volumes have added, after “Traduzido do Francez” [translated into French], the following information: “[free translation] with many corrections and articles. Gifted to His Royal Highness the Royal Prince of the United Kingdom of Portugal, and Brazil, and the Algarves, Duke of Bragança, the Lord D. D. Pedro de Alcantara”. In fact the second volume presents a dedication to D. Pedro de Alcântara, future king D. Pedro IV.

All the volumes in this copy are first editions, and Inocencio does not mention the 1813 edition of the second volume neither the 1824 edition of the 6th volume.

The translator adopted the Portuguese nomenclature of the scientist Brotero because, as mentioned in the subtitle, it is a summary of natural history and therefore very rich in references to the American continent. As an example we present below a choice of references to the geography, mineralogy, fauna and flora of the Americas: It contains references to the Andes Mountains, to volcanoes in Central America - the Pitchinxa and the Cotopaxi; a description of the inhabitants of the American continent, with an engraving (Vol. III, 124); a large number of references and descriptions of plants from the American Continent, namely from Brazil, such as - Cashew tree, Wild Sweet William, Guatemalan indigo, Desert Bloodwood; from the Antilles - Areca palm, Manchineel, as well as from animals from Brazil - Brazilian cottontail, Jiya otter, the jaguar, and the black tiger; from Mexico - Mountain cat; from Peru - Llama and Guanaco, and the Marmot common througout the Americas.

It also includes a brief presentation of the Lineu system, as well as detailed and extensive indices that make it easy to search the topics of interest to each reader, especially the indices in the second volume, with the names of the plants in Portuguese, French and Latin.

Father Mateus José da Costa (Carnide ?, Portugal - 1828) Master of Cerimonies of the Patriarchal Church of Lisbon and older brother of Colonel José Maria das Neves Costa. He translated several school books, which were intensively used in schools at that time, and wrote na essay on Canon law, namely: Instrucções de Phocion, a Aristias sobre a relação da moral com a politica. traduzido do francez. Lisboa, 1791; Instrucções elementares de agricultura, ou guia necessaria aos cultivadores. Escripta em italiano por Adão Febroni e vertida em portuguez da traducção franceza. Lisboa, na Imp. Regia 1812; Thesouro de meninos: obra classica dividida em três partes, moral virtude, civilidade. Por Pedro Blanchard, vertida em portuguez, terceira edição, Lisboa, na Imp. Regia 1817 e Dissertação canonica, servindo de terceira resposta a um quesito sobre o uso do amicto debaixo do pluvial, por parte dos conegos quartanarios da sancta Sé de Evora. Lisboa, na Imp. Regia 1817.

Inocêncio VI, 166 e XVII, 12.

Referência: 2010PG007
Local: SACO PG72


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters