RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



STOOPENDAAL. (Daniel) CARTOGRAFIA - SÉCULO XVIII - VIAGENS DE S. PAULO / CARTHOGRAPHY - 18th CENT. - TRAVELS OF ST. PAUL.

De Beschryvingh van de Reysen Pauli en Van de Andere Apostolen. Met des Selfs Landen en Koningryke daer sy het Evangelium gepredikt heben. D. Stoopendaal Fec[it]. [Amsterdam, 1702].

Dimensões: 43x50 cm. (com passpartout: 52x60 cm).

Soberbo mapa de Daniel Stoopendal e Jacob Keur, derivado de um mapa com o mesmo nome de Nicholas Visscher datado de 1645 e que, embora cartográficamente idêntico, apresenta elementos decorativos actualizados. À direita da cartela com o título há um pescador com uma âncora, marca de Visscher [Pescador) que usava a iconografia do pescador para identificar o seu património. Esta edição específica de 1702 para a Bíblia Keur é uma referência fundamental para o coleccionador de mapas da Terra Santa.

O mapa cobre o Mediterrâneo oriental, desde a Sicília até à Terra Santa, e o território interior até ao Golfo Pérsico e ao Mar Cáspio, incluindo os territórios actuais de Israel, Palestina, Chipre, Jordânia, Líbano, Síria, Turquia, Geórgia, Arménia, Egipto e Iraque. As viagens de Paulo entre Canaã e Itália são representadas por uma linha pontilhada. Um pequeno navio no Mediterrâneo traça a viagem de S. Paulo da Judeia a Roma.

As oito vinhetas que rodeiam o mapa mostram episódios do livro dos Actos, detalhando momentos críticos na vida de São Paulo e dos outros Apóstolos (incluindo a recepção do Espírito Santo, o milagre do coxo, o apedrejamento de Estêvão e a conversão de Paulo).

Esta é uma das gravuras da Statenbijbel ou Statenvertaling holandesa, (primeira tradução da Bíblia das línguas originais hebraica, aramaica e grega para holandês, encomendada pelo Sínodo de Dordrecht 1618 e financiada pelo governo da República Protestante Holandesa), publicada pela primeira vez em 1637 e até 1760. A Bíblia Keur continha cinco ou seis mapas, nomeadamente: Werlt Karte, Paradys, Peregrinations, Canaan, Jerusalém, Reysen Pauli, e por vezes Reyse der Kinderen Israels.

Daniel Stoopendaal (1672-1726) foi um gravador e cartógrafo holandês em Amesterdão durante a primeira metade do século XVIII. As obras mais notórias de Stoopendaal foram estas 're-gravuras' de mapas de Visscher da Terra Santa para serem incluídas na Bíblia de Keur.

 Dim: 43x50 cm. (with passpartout: 52x60 cm).

A superb map by Daniel Stoopendal and Jacob Keur derived from a map of the same name from Nicholas Visscher, 1645, though cartographically identical, features updated decorative elements. Just to the right of the title cartouche there is a fisherman holding an anchor, the mark of Visscher (Fisher) who used the "fisherman" iconography to identify his patrimony. This specific issue of 1702 for the Keur Bible is a fundamental reference for the collector of Holy Land maps.

The map covers the eastern Mediterranean, from Sicily to the Holy Land, and inland as far as the Persian Gulf and the Caspian Sea, including the modern countries of Israel, Palestine, Cyprus, Jordan, Lebanon, Syria, Turkey, Georgia, Armenia, Egypt and Iraq. The travels of Paul between Canaan and Italy are represented by a dotted line. A small ship in the Mediterranean traces St. Paul´s voyage from Judea to Rome.

The eight vignettes surrounding the map show episodes from the book of the Acts, detailing critical moments in the lives of St. Paul and the other Apostles (including receiving the Holy Ghost, the miracle of the lame man, the stoning of Stephen, and the convertion of Paul).

This is one of the engravings of the Dutch Statenbijbel or Statenvertaling, (first translation of the Bible from the original Hebrew, Aramaic and Greek languages into Dutch, ordered by the Synod of Dordrecht 1618 and financed by the government of the Protestant Dutch Republic) and first published in 1637, and until 1760. The Keur Bible contained five or six maps, namely: Werlt Karte, Paradys, Peregrinations, Canaan, Jerusalem, Reysen Pauli, and sometimes Reyse der Kinderen Israels.

Daniel Stoopendaal (1672-1726) was a Dutch engraver and mapmaker active in Amsterdam during the first half of the 18th century. Stoopendaal´s most notorious works were these "re-engravings" of Visscher maps of the Holy Land to be included in the Keur Bible.

Referência: 2005JC007
Local: SdC MS 649


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters