RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



LIVRO DE LISUARTE DE ABREU.

Reproduzido do manuscrito existente na Pierpont Morgan Library, Nova Iorque, EUA (M. 525), vols. I (texto) e II (ilustrações). Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses. Lisboa. 1992.

De 30x21 cm. Com 55, [ccxxiv] págs.

Encadernação do editor com título gravado a ouro sobre a lombada e pasta anterior.

Ilustrado com a reprodução integral do códice supracitado, a cores.

Obra publicada no âmbito do Programa Nacional de Edições Comemorativas dos Descobrimentos Portugueses, por iniciativa do comandante Joaquim Soeiro de Brito, à época Presidente da Comissão Organizadora das Comemorações do V Centenário da Passagem do Cabo da Boa Esperança, em estreita colaboração com Michael Teague, coordenador do projecto nos Estados Unidos.

Com estudo introdutório do Prof. Luís de Albuquerque, leitura do manuscrito pela Dr.ª Maria Luísa Esteves e orientação gráfica de José Brandão. Contém a reprodução fac-símile deste belo manuscrito quinhentista, que é um dos dois únicos códices conhecidos a apresentar, entre outros dados, uma relação ilustrada das armadas da Índia, desde Vasco da Gama, no ano de 1563, e que se conserva em The Pierpont Morgan Library de New York (ms. 525).

É composto por três partes: A primeira contendo um conjunto de textos copiados por ordem de Lisuarte de Abreu, homem da pequena fidalguia que se integrou na armada de D. Constantino de Bragança, de 1558. São eles o Diário da viagem da nau Rainha, de Lisboa para Goa, na armada acima referida; Uma carta dirigida ao vice-rei da Índia D. Garcia de Noronha por Nuno da Cunha, governador cessante, quando estava para voltar para o reino; A cópia da carta dirigida por D. João de Castro a Aleixo de Sousa, datada de 27 de Setembro de 1545.

A segunda apresentando uma lista dos governadores e vice-reis da Índia, desde D. Francisco de Almeida até D. Constantino de Bragança, seguidos dos retratos à pena dos governadores e vice-reis citados no rol primitivo.

A terceira e última parte é a mais conhecida do códice. Representa os navios que constituíram as sucessivas armadas da carreira da Índia, desde a de Vasco da Gama até a de d. Constantino de Bragança, indicando quase sempre o nome dos capitães que as capitanearam. Num ou noutro caso, mas só por excepção, ao nome do capitão acrescenta-se qualquer acontecimento, em geral desagradável, verificado na viagem. Fonte de grande interesse para o estudo das flutuações da carreira da Índia, quanto ao número de navios, aos nomes dos capitães e das embarcações e vicissitudes por que passaram.

Referência: 1901JR015
Local: I-1-D-24


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters