RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



QUENTAL. (Antero de) TENDENCIAS NOVAS DA POESIA CONTEMPORANEA.

[Por] Anthero do Quental. A proposito das «Radiações da Noute» do Sr. Guilherme de Azevedo. Typographia da Aurora do Cavado Editor R. V. Barcelos. 1895.

De 19x12,7 cm. com 20 págs. Brochado. Sem capas de brochura.

Folheto muito raro de uma edição de 100 exemplares. Reedição de um artigo de crítica literária publicado pela primeira vez no jornal «O Debate», em 1871, saudando de forma elogiosa o primeiro livro de Guilherme de Azevedo, com o título: «Radiações da Noite». Antero faria outra crítica favorável ao livro de poesias «Alma Nova» de Guilherme de Azevedo, publicado posteriormente em 1874.

Guilherme Avelino Chaves de Azevedo (Santarém 1839 - Paris 1882) foi um jornalista e poeta. Fundou o periódico «O Alfageme», Santarém 1871, onde defendeu a Comuna de Paris, em Lisboa colaborou nos principais jornais e fundou juntamente com Rafael Bordalo Pinheiro «O António Maria», em 1879. Em 1880 foi nomeado correspondente em Paris do periódico de S. Paulo, «Gazeta de Notícias». A sua poesia caracteriza-se por uma exaltação revolucionária e pelo realismo satírico, sendo amigo e admirador de Antero de Quental.

Inocêncio XXII, 158.

Referência: 1810PG083
Local: I-6-D-66


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters