RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ANAIS. VOLUME I.

Ciclo da Fundação da Nacionalidade. Academia Portuguesa da História. Lisboa. MCMXL [1940]

De 33x25 cm. Com 224, xiii págs. Brochados.

Ilustrados em extratexto com fotogravuras reproduzidas sobre papel couché, e quadros reproduzidos sobre fólios desdobráveis, designadamente no Volume I, que contém dez: um Quadro das Pessoas Reais e condes que confirmam em originais de chancelaria de Afonso VII (21 de Março de 1136 a 14 de Maio de 1149); um quadro dos prelados confirmantes em originais de chancelaria de Afonso VII; um quadro dos Ricos-Homens e indivíduos da governança de Toledo e outras cidades que confirmam originais da chancelaria de Afonso VII; um quadro das testemunhas em originais da chancelaria de Afonso VII; uma relação dos confirmantes dos onze originais da chancelaria de Afonso Henriques até hoje reconhecidos entre os diplomas datados de 1132 a 1153; Esboço da Campanha de Tui; Esboço para o estudo do itinerário de Afonso VII entre Outubro de 1139 e Abril de 1140; Esboço da região de Portela de Vez.

Exemplar por abrir, apresentando carimbo oleográfico de «Oferta da Academia Portuguesa da História» na folha de guarda.

Com foxing nas páginas e capas de brochura, sem afectar a leitura do conteúdo.

Obra integrada no ciclo de publicações comemorativas do Duplo Centenário da Fundação e da Restauração de Portugal. O primeiro volume encerra um trabalho acerca da localização da Batalha de Ourique, propondo uma revisão da História Político-Militar Portuguesa entre 1137 e 1141.

Nele o autor analisa o problema de Ourique sob o aspecto da plausibilidade da tradição dos princípios do século XV, consignada num documento da mesma época, seguida das análises das questões análogas de Vale-de-Vez, Cernesa e Leiria e ainda das operações de Tui.

O autor propõe a rectificação da cronologia das operações de D. Afonso VII, D. Afonso Henriques e Garcia Ramires em 1137, da época provável em que D. Afonso Henriques rompeu a Paz de Tui, da data aproximada de Cernesa, da época provável de Vale-de-Vez, (em colaboração com Gastão de Melo e Matos), do provável local do chamado torneio de Vale-de-Vez, e dos fundamentos da teoria diplomática do consenso, para os diplomas peninsulares do segundo quartel do século XII.

Contém apensos vários documentos: Representação da Ordem de Santiago ao Papa; Doação de Afonso VII a Antealtares (Santiago de Compostela, 23 de Setembro de 1141); Descrição da freguesia de Abedim no «Diccionário Geográfico» do Padre Luiz Cardoso, Tomo I (Impresso em 1747), no «Diccionario abreviado de Chorographia, topographia e archeologia das cidades, vilas e aldeas de Portugal, de A. J. de Almeida e no «Dicionário Geográfico», Ms. Da Torre do Tombo; Descrição de Santa Maria do Extrêmo no «Dicionário Geográfico», Ms. Da Torre do Tombo; Primeiro e Segundo relatório do grupo de investigadores de Monção (Abril de 1940).

A leitura e revisão dos dois documentos paleográficos contidas no Apenso foi feita pelo Dr. Ataíde e Melo e Dra. Carlota Gil Pereira, respectivamente 1º e 2º bibliotecários da Biblioteca Nacional.

 

Referência: 1810JR034
Local: I-210-A-38


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters