RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



MARTINS DE CARVALHO. (Joaquim) OS ASSASSINOS DA BEIRA.

Novos apontamentos para a Historia Contemporanea. Por… Redactor do Conimbrieense. Imprensa da Universidade. Coimbra. 1890.

De 22x14,5cm. Com 359 págs. Brochado.

O autor descreve em pormenor uma grande quantidade de crimes cometidos por várias quadrilhas célebres, sendo a principal delas a dos irmãos Brandão, (em 1836 já tinha assassinado 100 pessoas) chefiada pelo célebre João Brandão, que publicou um livro de memórias em 1870, cujas histórias são várias vezes desmentidas por Martins Carvalho.

O aspecto mais terrível destes crimes foi que os criminosos tinham o apoio e a protecção de políticos dos partidos liberais, sendo o caso mais célebre e chocante a portaria de Rodrigo da Fonseca Magalhães louvando João Brandão.

Joaquim Martins de Carvalho (Coimbra 1822 - 1898) Participou na revolta da Maria da Fonte, em 1847, pertenceu à maçonaria e aderiu ao Partido Republicano. Foi jornalista, proprietário do «Conimbricense», autor de numerosos estudos e artigos publicados no jornal de que era proprietário e depois publicados em livro. Formou uma numerosa biblioteca que foi vendida em leilão depois do seu falecimento.

Referência: 1809MP057
Local: I-9-A-31


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters