RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



TOMÁS DE AQUINO. (Acácio) O SEGREDO DAS PRISÕES ATLÂNTICAS.

A Regra do Jogo Edições. Lisboa. 1978.

De 18x11 cm. com 448 págs. Brochado. Ilustrado no texto.

Contém nota introdutória de José Francisco, poema às vítimas do Tarrafal, listas de presos e vinte e cinco anexos onde são transcritos documentos comprovativos que foram elaborados por organizações de presos ligadas ao Partido Comunista Português e a movimentos anarquistas.

Relato autobiográfico do período de prisão de Acácio Tomás de Aquino, militante anarquista. Detido em Lisboa a 11 de Dezembro de 1933, foi condenado por ser um dos principais responsáveis do movimento revolucionário de 18 de Janeiro de 1934. Depois de um estadia na fortaleza de S. João Baptista, na Ilha Terceira, Açores, foi transferido para a Colónia Penal do Tarrafal, em Cabo Verde, no dia 29 de Outubro de 1936, de onde saiu em liberdade condicional em 1949. 

Fonte muito importante para o estudo da repressão durante o Estado Novo e para a história do PCP e de outras organizações sindicais e políticas de esquerda.     

Referência: 1807PG056
Local: I-101-C-35


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters