RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ARRIAGA. (Manoel d') HARMONIAS SOCIAES.

O problema humano e a futura organização social (no debute da sua phase definitiva). A Paz dos Povos. F. França Amado, Editor. Coimbra. 1907.

De 24x16,5 cm. Com xii, 336 págs.

Encadernação recente com lombada em pele com ferros a ouro e cantos em pele de cor diferente. Ilustrado com o retrato do autor em extratexto sobre papel couché.

Exemplar com falta da capa de brochura posterior.

Obra em que o autor defende a incompatibilidade entre a ciencia e a religião, considerando que a segunda é a base de uma nova moral, que irá substituir as crenças primitivas religiosas quase 4 mil anos atrasadas, baseadas na bíblia judaica, que são o fundamento das doutrinas da Igreja expostas no Concílio Vaticano I, reunido pelo Papa Pio IX.

Obra muito importante para o estudo das ideias filosóficas e da ideologia que dominavam as principais figuras da 1ª República.

Manuel José de Arriaga Brum da Silveira e Peyrelongue (Horta 1840 - Lisboa 1917) advogado, professor, escritor e político, desenvolveu intensa actividade política no Partido Republicano Português durante o regime Monárquico. Uma vez implantada a República foi o 1º Presidente do novo regime, em 24 de Agosto de 1911, tentou, em vão, deter a desagregação do Partido em facções radicalizadas e entrou em choque com Afonso Costa demitindo-se da Presidência da República, em 26 de Maio de 1915, depois dos violentos acontecimentos de 4 de Maio do mesmo ano.

Referência: 1805PG051
Local: I-41-G-12


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters