RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SANTO ANTÓNIO. (Fr. José de) INCENTIVOS DA DEVOÇAM COM O GLORIOSO S. NICOLAO DE TOLENTINO.

Da Ordem dos Eremitas de N. grande Padre SANTO AGOSTINHO, Protector da Igreja Romana; segundo, & estupendo Taumaturgo; novo, & verdadeyro Pam; Defensor dos povos em seus trabalhos, Advogado das Almas do Purgatorio; Expostos no Epitome da portetosa vida do mesmo Santo, & na ponderação das cinco soberanas prerogativas, que inculcão os cincos referidos títulos, com que o illustra o Ceo. Ao Illustrissimo, & Reverendissimo Senhor D. RODRIGO DE MOURA TELLES, Arcebispo, & Senhor de Braga, Primàz das Hespanha, do Cõselho d" Estado de S. Magestade, &c. AUTHOR O P. M. Fr. JOSEPH DE S. ANTONIO Religioso da mesma Ordem, & Commissario da Correa. LISBOA, Na Officina de Antonio Pedrozo Galraõ. Com as licenças necessarias, Anno de 1716.  

In 12º de 12,8x7,2 cm. com [xxiv], 237, [i] págs.

Encadernação da época inteira de pergaminho flexível. Cortes das folhas carminados. exemplar com o escudo de um brasão recortado de algum impresso e colado no verso da folha de rosto para reforçar rasgão, cm desgaste devido a manuseamento no canto inferior direito da mesma folha. 

Impressão muito nítida sobre papel de linho muito alvo e sonante, ornamentada com cabeções, iniciais decoradas e florões de remate xilogravados. Dedicatória e títulos de capítulos em caracteres itálicos e todo o texto em caracteres redondos. A novena que ocupa as páginas 181 a 229 está impressa com caracteres redondos esmaltados de maiores dimensões.   

As páginas preliminares contêm dedicatória a D. Rodrigo de Moura Teles, pela Confraria de São Nicolau Tolentino, Prólogo, em agradecimento por D. rodrigo ter mandado dourar a capela do santo no Convento da Graça, ao leitor por Frei José de Santo António, Soneto de Frei António de S. Guilherme, licenças, datadas de 20-07-1716 a 11-01-1717, com aprovações de dois menbros da Ordem e do Provincial Fr. Teodósio da Cunha, de Fr. António das Chagas, Fr. António da Cruz, D. António Caetano de Sousa e com o Privilégio de D. João V, datado a 8-02-1717. 

A obra contém a vida de São Nicolau Tolentino, descrições e meditações dos seus mais notáveis títulos, antífonas, orações e uma novena para ser celebrada no período anterior ao dia festivo deste santo em 10 de Setembro de cada ano.    

Obra muito rara não referida por Inocêncio. A BNP tem um exemplar em muito mau estado com falta da folhas de rosto e de outras folhas. Muito importante para o estudo das devoções e da vida religiosa, em Portugal, em especial no Convento da Graça de Lisboa e para a história da Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho em Portugal.    

São Nicolau Tolentino (Santangelo in Portano 1246 - Tolentino 10-09-1305) entrou para a Ordem de Santo Agostinho, em 1256 e foi ordenado presbítero em 1269. Foi canonizado em 1446. Com uma vida de elevado misticismo dedicada á mditação e oração, dedicou-se também a cuidar dos necessitados e doentes. Protector das almas do Purgatório, dos recém-nascidos, da infância, propicidor de "boa morte" é invocado pelos que sofrem injustiças, são oprimidos na vida, limitados na sua liberdade e  contra os incêndios e epidemias.

D. Rodrigo de Moura Teles (1644 - Braga 1728) filho do 2º Conde de Vale de Reis, foi Reitor da Universidade de Coimbra entre 1690 e 1694, Bispo da Guarda de 1690 a 1704 e desde 10 de Março de 1704 até à sua morte Arcebispo de Braga, um dos mais notáveis arcebispados que a cidade conheceu ao longo da sua história. Homem de uma enorme erudição e de uma invulgar sensibilidade política, D. Rodrigo arquitectou um programa invulgarmente coeso em termos económicos, sociais, artísticos e religiosos que iria transformar a sociedade e a paisagem sagrada da arquidiocese.

Frei José de Santo António (Lisboa ? - 1727) Professou na Ordem dos Eremitas de Santo Agostinho, no Convento da Graça de Lisboa, em 21 de Agosto de 1688 e foi vigário provincial, em 1721. Além desta obra de devoção é autor de biografias de Santa Rita de Cássia, Santa Apolónia, uma obra sobre a Ordem Terceira Agustiniana e 3 volumes dum Flos Sanctorum Augustiniano, publicados entre 1721 e 1726.  

Inocêncio IV, 296 e XIII, 196 refere o autor mas não regista a obra. 

Barbosa Machado. II, 822.  

Referência: 1803PG098
Local: M-5-D-48


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters