RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SOUSA. (Manuel de) e Joaquim José da Costa e Sá. DICTIONNAIRE FRANÇOIS-PORTUGAIS

Composé Par le Capitaine Emmanuel de Sousa. Mis en ordre, & augmenté Par Joachim Joseph da Costa & Sa, Seconde edition, rédigé, revue, corrige de tous les mots adoptés dans la langue, & enrichie de noveaux termes de botanique, & de ceux da la nouvelle nomenclature chimique; &c. Le tout soigneusement recueilli des meilleurs dictionnaires qui ont paru jusqu’a ce jour, & principalement de celui de de L’Academie Françoise edition de 1802. Par le docteur Vincent Pierre Nolasco da Cunha. [Tome Premier. A – K.] A Lisbonne: Chez Borel, Borel, & Compagnie, presque vis-a-vis l’Eglise des Martyrs Nº 14. De L’ Imprimerie de Simon Thaddée Ferreira. 1811. Avec Approbation & Permission du Tribunal des Censeurs Royaux.

1 volume (de 2). In 4º grande (de 31,5x21,7 cm) com [viii], 724 págs.

Encadernação inteira de pele da época, lombada com nervos e decorada com ferros a ouro e títulos em rótulos vermelhos e verdes. Corte das folhas carminado.

Texto impresso sobre papel de elevada qualidade; a três colunas separadas por filetes; e adornado com cabeção na primeira página de texto. Palavras das entradas mpressas em caracteres redondos; e as definições em caracteres itálicos com muita nitidez.

Exemplar constituído só pelo primeiro volume da obra letras [A a K] ; apresentando uma mancha de tinta (mancha ferrogálica) no canto inferior direito das folhas preliminares, na folha de rsoto e até à pagina 6 do texto. Assinatura de posse no rosto «Faria» e um número de ordem «699-2».

As folhas preliminares incluem «Aviso dos Editores» enaltecendo o trabalho posto em melhorar a obra e «Taboa das abreviaturas».

Obra importante para a história das livraria de Lisboa e para a história da publicidade comercial. Os livreiros desde a invenção da impressão fizeram costar anuncios comerciais com o nome de quem vendia e a localização a obra.

O livreiro Borel, Borel & Cia tinha loja no Chiado na, hoje designada, Rua Garrett, em Lisboa, muito possívelmente na localização da actual Livraria Sá da Costa. Sobre a publicação de dicionários de francês existiu um lítigio entre os livreiros Borel e Bertrand resolvido a favor do primeiro.

Segunda edição rara, (Inocêncio tem a data errada) com alterações e acrescentos em relação à primeira, de um dos melhores dicionários de francês, «nele se encontrarão por sua ordem, metodicamente, e em seu justo lugar as denominações, ou significações … de todos os termos, e vocábulos … tudo sobre maneira digerido, e ordenado, que facilmente se poderão achar ao primeiro golpe de vista. Houve hum vigilantíssimo cuidado de se lhe acrescentarem todos os termos technicos, e facultativos das Sciencias, e das Artes; Os Anatomicos, Botanicos, Physicos, Jurisconsultos, Theologos; &c.»

Telmo Verdelho (2011) em Lexicografia bilingue afirma «Obra de grande vulto, que inova consideravelmente em relação aos anteriores dicionários de francês- português, pela qualidade e pela quantidade … nomenclatura francesa muito abundante com uma parte portuguesa cuidadosamente textualizada e bem preenchida com expansão sinonímica, com muitas frases e textos proverbiais»

Inocêncio IV 97-100: «Joaquim José da Costa e Sá, [Lisboa, (1740? -7-06-1803], foi por longo tempo Professor regio de Grammatica e Lingua latina, ... Nos ultimos annos de sua vida ...[foi] Official da Secretaria d'Estado dos Negocios da Marinha e Ultramar, ....Teve por irmão mais novo, José Anastasio da Costa e Sá, ... 1670) Diccionnario das linguas franceza e portugueza, composto pelo capitão Manuel de Sousa, de novo coordenado, colligido e augmentado pelas taboas da Encyclopedia, etc. Lisboa, na Offic. de Simão Thaddeo Ferreira 1786. fol. 2 tomos. Diz-se que por mera deferencia, nascida do affecto que consagrava á memoria do finado Sousa, o auctor quiz encarar no frontispicio aquella indicação, sem que comtudo se aproveitasse em cousa alguma dos fragmentos informes e diminutos que deixára o sobredito. D'este Diccionario se fez segunda edição em 1809 [1811] dirigida e preparada pelo dr.Vicente Pedro Nolasco, que lhe accrescentou alguns termos e phrases, e especialmente a technologia chimica e botanica, e lhe cortara em desconto todos os nomes proprios de cidades, rios, mares, etc., que vinham na primeira edição, a qual por este modo ficou em parte mutilada».

Referência: 1606PG018
Local: I-36-C-4


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters