RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS, QUADRO A ÓLEO PINTADO SOBRE MADEIRA.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



CANTUS ECCLESIASTICARUM PRECUM,

Quibus juvandae animae, humandaque corpora defunctorum Sacerdotum VENERABILIS CONFRATERNITATIS SANCTORUM APOSTOLORUM PETRI, ET PAULI, Apud Divi Juliani Parochialem Ecclesiam primitus erectae: NEC NON OFFICI DEFUNCTORUM, A’ mendis omnibus diligentissimè expurgatus. AD USUM IPSIUS VENERABILIS CONFRATERNITATIS, Et ejusdem sumptibus impressus, JUXTA BREVIARII RUBRICAS, PAULI V. PAPAE Rituale, piamque, ac laudabilem consuetudinem. (Brazão de armas, gravura em cobre por Debrie) LISBONAE, Apud FRANCISCUM LUDOVICUM AMENO, S. Lis. Eccles. Typographum. M.DCC.LX [1760]. Solitis obtentis facultatibus.

In 4º De 22x16 cm. com [iv], 159 págs.

Encadernação da época, inteira de pele, com cantos e coifas cansados. Corte das folhas pintado a negro.

Folha de rosto a preto e vermelho. Impressa em papel de linho muito encorpado com caracteres redondos a preto e vermelho.

Contém partituras musicais das preces e dos serviços fúnebres.

Rara 2ª edição desta obra de litúrgia, que tinha tido a 1ª edição em Lisboa em 1750. 

Importante fonte para o estudo das práticas litúrgicas e para o uso dado à música nas celebrações religiosas. 

Obra impressa na tipografia de Luís Ameno em Lisboa à custa da Confraria dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo erigida na Igreja Paroquial de S. Julião, com os cânticos e as orações por alma dos confrades e com o ofício de defuntos em uso na referida Confraria.   

A igreja de S. Julião, situada na Baixa de Lisboa, teve desde a idade média até ao século XX uma brilhante vivência religiosa, com três irmandades aí sediadas, sendo uma delas a dos Apóstolos S. Pedro e S. Paulo.

Com a desertificação da Baixa e a existência de várias Igrejas muito perto umas das outras e tendo o Patriarcado de Lisboa falta de dinheiro para construir Igrejas nas Avenidas Novas, para onde se expandia a cidade, o Cardeal Patriarca D. Manuel Gonçalves Cerejeira decidiu que a proprietária, a Arquiconfraria do Santíssimo Sacramento, vendesse a Igreja ao Banco de Portugal para que, com o dinheiro assim obtido, pudesse ser construída a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Avenida de Berna, que é uma das mais belas manifestações de arte moderna religiosa.

Quase todo o espólio da Igreja de S. Julião ficou depositado nas instalações da nova Igreja e inclui muitos documentos da confraria que mandou publicar esta bela edição setecentista de um livro de liturgia, com muitas partituras musicais.

 Dim.: In 4º (22x16 cm) with [iv], 159 pp.

Binding: Contemporary full calf. Slight damage on corners and headband. Black edges.

Title page in black and red. Work printed on thick linen paper in round black and red characters.

It contains music scores of prayers and memorial services.

A rare second edition of this liturgical work first edited in Lisbon in the year 1750. 

An important source for the study of liturgical practices and for the use of music in religious celebrations.  

It was printed at the printing house of Luís Ameno in Lisbon sponsored by the Brotherhood of the SS Peter and Paul erected in the parish Church of St. Julian. It contains the hymns and prayers for the soles of the Brothers, and with the office of the dead being used at the Brotherhood.   

St. Julian’s Church located in downtown Lisbon had since the middle ages until the 20th century a brilliant religious livelihood and three brotherhoods headquartered there, being one of them the Brotherhood of SS. Peter and Paul.

With downtown Lisbon being depopulated, the existence of several churches near one another, and the Patriarchate of Lisbon being short of funds to build new churches in the modern part of town, the Cardinal Patriarch, D. Manuel Gonçalves Cerejeira, decided that the owner of St. Julian’s should sell the Church to the Bank of  Portugal so that the funds from the sale could be used to build the Church of Our lady of Fatima in Avenida de Berna, one of the most beautiful forms of religious modern art.

Most of St. Julian’s assets is kept at the new church and includes several documents of the Brotherhood that sponsored in the 1700’s this beautiful edition of a liturgical book with several music scores.

 

Referência: 1604JC011
Local: M-9-F-9


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters