RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



LEMPRIERE. (Guilherme) VIAGENS DE GIBRALTAR A TANGERE, SALÉ, MOGADOR,

Sta. CRUZ [do Cabo de Gué], TARUDANTE, MONTE ATLAS E MARROCOS, COMPOSTO EM INGLEZ POR GUILHERME LEMPRIERE, Cirurgião; Trasladadas em Vulgar e illustradas com Addições e Notas do Traductor Portugez: DEDICADAS AO ILLmo. E EXmo. SENHOR D. DOMINGOS DE LIMA, MARQUEZ DE NIZA, Do Conselho de Sua Magestade Fidelissima, Capitão de Mar e Guerra da Sua Armada Real, &c, &c. &c. Por MANOEL HENRIQUES DAS NEVES S. PAIO. LISBOA. M. DCC. LXXXXIV. [1794]. Na Of. de Simão Thadeo Ferreira.

In 8º (de 16x9,5 cm) [12], 661, [1] págs.

Encadernação da época, inteira, de pele, com nervos, ferros e título a ouro em rótulo vermelho na lombada.

Ilustrado com um mapa desdobrável (de 25 x 30cm) do Norte de África (com Marrocos e o Saara, incluindo as cidades de Sugulmessa e Tafilete), intitulado Novo Correcto Mappa do Imperio de Marrocos, gravado por Lucius sculps. Olisip. 1795.

Primeira e única edição em português da viagem realizada a Gibraltar e Tânger, publicada pela primeira vez em 1791 em Londres, sendo mais tarde ampliada e anotada nesta edição de Lisboa.

Lemprière dá uma visão geral do país, juntamente com um relato de suas viagens a Tânger, Larache, Salé, Mogador (porto de Essaouira), Taroudant, às Montanhas Atlas e a Marraquexe. O autor fornece informações sobre as relações dos muçulmanos com os cristãos, os judeus, as mulheres, a peregrinação a Meca e o comércio com Timbuktu (Mali). O mapa desdobrável de Marrocos apresenta um abundante detalhe topográfico e é datado de 1795.

William Lemprière (1751-1834) era filho de Thomas Lemprière de Jersey, cônsul britânico na cidade de Faro em Portugal, e Mary Garnaut, de Lisboa. Juntou-se à guarnição de Gibraltar como cirurgião.

Em 1789, o sultão de Marrocos escreveu ao General O"Hara solicitando um médico inglês para curar o seu filho com a promessa de uma recompensa e da libertação de dez marinheiros náufragos britânicos, Lemprière empreendeu a viagem de 600 milhas. Quando o príncipe melhorou, o sultão enviou-o em peregrinação a Meca (capítulo X) e simplesmente ignorou os pedidos de Lemprière para regressar a Gibraltar. Só após a esposa favorita do sultão ter sido envenenada foi Lemprière autorizado a sair com o pretexto de ir buscar um antídoto. Voltou a Gibraltar no início de 1790 e logo depois publicou o relato das suas aventuras.

 First and only Portuguese edition of a tour from Gibraltar to Tangier first published in 1791 in London. Lempriere gives an overview of the country along with an account of his travels to Tangier, Larache, Salé, Mogador (Essaouira), Taroudant, the Atlas Mountains and Marrakesh, where he had dealings with the emperor. He also provides information about Muslim relations with Christians, Jews, and women, the pilgrimage to Mecca and trade with Timbuktu.

The large folding map of Morocco, with abundant topographical detail, is dated 1795. William Lempriere (1751-1834) was the son of Thomas Lempriere of Jersey, British Consul at the city of Faro, Portugal, and Mary Garnaut of Lisbon. A short time after he joined the garrison of Gibraltar as a surgeon's assistant in 1789, the sultan of Morocco wrote to General O´Hara requesting an English doctor to be sent to cure the sultan´s son, who was going blind. At the promise of a generous reward and the release of ten shipwrecked British sailors, Lempriere undertook the 600-mile journey. However, when the prince´s health improved his father the sultan sent him on pilgrimage to Mecca (Chapter X), and simply ignored Lempriere´s requests for permission to return to Gibraltar. Only after the sultan´s favourite wife was poisoned was Lempriere allowed to leave, on the pretence that he would fetch an antidote. He returned to Gibraltar in early 1790 and published the account of his adventures soon after.

Innocêncio V, 446; XVI, 225.

Palau 134871

Referência: 1507JC033
Local: M-7-D-5


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters