RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



NÓBREGA. (Januário Justiniano da) VISITA DE SUA MAGESTADE A IMPERATRIZ DO BRASIL

VIUVA, DUQUESA DE BRAGANÇA, A’ ILHA DA MADEIRA, E FUNDAÇÃO DO HOSPÍCIO DA SERENISSIMA PRINCESA D. MARIA AMELIA. Obra posthuma de… publicada por Julio da Silva Carvalho. Typographia da Flor do Oceano. Madeira. 1867.

De 24x16 cm. Com 95 págs. Brochado deve ser encadernado.

Ilustrado com uma litografia desdobrável (impressa em Lisboa e segundo uma fotografia de João F. Camacho, do Funchal) com a imagem do Hospício da Princesa Dona Maria Amélia.

D. Amélia de Leuchtenberg (ou Amélie Auguste Eugénie Napoléone de Beauharnais, Milão, 1812 - Lisboa, 1876) acompanhou D. Pedro I do Brasil no seu retorno à Europa para lutar pelo direito regencial da filha, D. Maria II de Portugal. A Princesa D. Maria Amélia, filha da Imperatriz Amélia de Leuchtenberg, faleceu em 1853 aos 22 anos de idade na Ilha da Madeira vítima de tuberculose.

Referência: 1301JC016
Local: M-15-B-33


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters