RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ALMEIDA E SOUSA DE LOBÃO. (Manuel de) TRACTADO PRATICO DAS AVALIAÇÕES, E DOS DAMNOS.

Por Manoel de Almeida e Souza, de Lobão. Lisboa. Na Impressão Regia. Anno de 1826.

In 8º gr. (de 21x15 cm) com 231 pags.

Encadernação da época com lombada e cantos em pele, cansada, apresentando falta do papel decorativo da pasta posterior.

Exemplar com apontamentos manuscritos na folha de rosto, e mancha de humidade nas primeiras e nas últimas folhas. Obra com doutrina e direito comparado com outros países europeus sobre danos por injúrias, ferimentos, homicídio, etc.

Inocêncio V, 351: “'Manuel de Almeida e Sousa de Lobão, natural da vila de Vouzela, cabeça do antigo concelho de Alafões [Lafões]. Nasceu em 1745, Universidade de Coimbra onde entrou aos 16 anos. Formou se no de 1766 na faculdade de Canones, e preferindo o exercício da advocacia á carreira da magistratura, partiu de Coimbra para Lobão, aldeia próxima de Viseu, para aí praticar nas matérias forenses, sob a direcção de Estanislau Lopes, jurisconsulto que gozava por aqueles tempos de honrada reputação. Da sua permanência no referido lugar, onde se estabeleceu e casou, lhe proveio o apelido de «Lobão» que adoptou, e pelo qual ficou sendo geralmente conhecido. Morreu em 1817, contando quase 72 anos de idade'.

Referência: 1206JC087
Local: I-16-D-32


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters