RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



GOMES DE AMORIM. (Francisco) FÍGADOS DE TIGRE.

Prefácio de Luíz Francisco Rebello. Imprensa Nacional - Casa da Moeda. Lisboa. 1984.

De 24x15 cm. com 207 págs. Brochado.

Obra dramática de Gomes de Amorim, sub-intitulada Paródia de Melodramas, onde o autor pretende parodiar a estratégia, os temas e os motivos do melodrama, género em voga ainda em meados do século XIX, desmistificando e desconstruindo os seus processos.

O próprio autor esclarece em nota que "nada há nesta peça que não seja irónico, simulado, burlesco, zombeteiro e caricato" e que "as trocas de mulheres, as complicações de parentesco e de enredo, são puros gracejos - paródias de peças - que julgo desnecessário citar, onde se veem ao sério muitas destas embrulhadas".

O elenco reúne personagens tão absurdas como Pilatos, Golias, Macbeth, Otelo, Plutão, Tântalo, Sísifo, Prometeu, Orfeu, Eurídice, Um Cavaleiro da Idade Média, O Sol, A Lua, As Estrelas, entre muitas outras.

A extravagância da peça fez com que a princípio não fosse muito bem recebida pelo público, mas a sua originalidade tem sido realçada pelos críticos atuais, havendo mesmo quem a considere uma precursora do teatro do absurdo.

Referência: 1205CC315
Local: I-5-C-43


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters