RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



MARQUES FERREIRA. (Feliciano António) VIAGEM DA CORVETA DOM JOÃO I Á CAPITAL DO JAPÃO NO ANNO DE 1860.

Por Feliciano Antonio Marques Pereira Capitão e comandante da mesma corveta. Lisboa. Imprensa Nacional. 1863.

De 22x15 cm. Com 221 pags, um índice e um mapa.

Encadernação da época com lombada em pele.

Ilustrado com um mapa monocromático e desdobrável do Japão (36x40 cm) impresso na litografia da Imprensa Nacional e o título “Carta do Império do Japão copiada por Siebolds correcta e adicionada pelos pelos Srs. Maury e Silas Bent officiaes da marinha americana, 1855”.

Exemplar preserva as capas de brochura e com ex-libris recente na folha de guarda.

Importante livro de viagens escrito com o motivo, expresso pelos autores no prefácio, de satisfazer a falta deste género de literatura e - baseando-se na obra americana de Francis Hawks de 1852 - descreve a expedição do Comodoro Perry por ordem do governo dos E. U. A. dez anos antes da viagem deste navio português. Ainda que conscientemente atrasado no tempo e no armamento este navio e a sua tripulação produzem o primeiro testemunho português de forma vivida e documentada da abertura forçada do Japão ao Ocidente e o fim da sua era feudal. O livro divide-se em 3 partes: a viagem e notícia geral do Japão; as antigas relações dos portugueses com o Japão; e o relatório apresentado ao Ministro da Marinha pelo comandante deste navio. Os capítulos do livro analisam temas tão variados como as negociações diplomáticas para o tratado de comércio; a descrição das cidades japonesas; os usos e costumes; o poder e intrigas da aristocracia no qual reside a força militar do império japonês; a literatura e belas artes no Japão; e a história da igreja católica no Japão baseada no livro de Crasset de 1754; e o capitulo V baseado na obra de Hawks.

Inocêncio II, 255 e IX, 208 “Feliciano António Marques Pereira tendo sido promovido a Capitão-de-Fragata, morreu a 13 de Junho de 1864. Comendador da ordem de Avis, e cavaleiro da de N. S. da Conceição, Capitão-tenente da Armada Nacional, ex-Intendente da Marinha em Goa; vêm a seu respeito alguns apontamentos biográficos na Gazeta de Portugal n.º 472, de 17 do dito mês. Deles consta que assentara praça no Corpo da Armada Nacional em 1821, falecendo com 62 anos de idade e 43 de serviço”.

 Narrative of the voyage around the world of a Portuguese tree masts rigged warship, in the years 1859 to 1862, to the China Seas and Japan by the order of the portuguese government and under the command of Captain Marques Pereira - the author (and commander of the corvete). He makes a parallel between his voyage and inspires his book after the work of Hawks on the expedition of Commodore Perry to Japan. These international movements to influence the Japanese government to establish diplomatic relations and cease the isolationist policy, by a strong display of naval force, is accurately analyzed by the Portuguese author and commander. The most important result of these expeditions was the collapse of the Japanese feudal government, and the modernization of Japan, although the Portuguese sailing warship is consciously considered an outdated vessel by the time.

Referência: 1204JC088
Local: I-16-F-39


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters