RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



CORTESÃO. (Armando) e Avelino TEIXEIRA DA MOTA. PORTVGALIAE MONVMENTA CARTOGRAPHICA.

(Comemorações do V Centenário da morte do Infante D. Henrique)

Lisboa 1960. Imprensa da Universidade de Coimbra [texto], [ilustração] Neogravura e Litografia Portugal, o papel fabricado especialmente para a obra pela fabrica Porto de Cavaleiros em Tomar.

5 volumes in fólio de 62x47 cm. com 144, 105, 113 e 118 págs. + volume (vi) de índice de 32x24 com xxix-109 págs. + 625 estampas extra-texto a cores e preto e branco distribuidas ao longo da obra.

Encadernações do editor com ferros e títulos a ouro sobre a lombada e pastas. 

Edição bilingue português-inglês.

Obra monumental profusamente ilustrada com os principais mapas portulanos conhecidos da autoria de cartografos portugueses, e que foram utilizados pelos navegadores dos descobrimentos portugueses. Estes mapas hoje em dia encontram-se presentes nos mais importantes museus e bibliotecas do Mundo.

A PORTUGALIAE MONUMENTA CARTOGRAPHICA trata-se da grande obra gráfica produzida pelo Estado Novo e de que provavelmente apenas se imprimiram 300 exemplares destinados a 'ofertas de Estado' e a cedências autorizadas pela Presidência da República Portuguesa.

Conforme citado pelo Prof. Alfredo Pinheiro Marques na introdução da edição de 1987: 'No panorama da historiografia portuguesa - e mesmo da historiografia especializada internacional - os Portugaliae Monumenta Cartographica representam, sem qualquer margem de dúvida, uma das maiores realizações culturais até hoje levadas a cabo. Quando foram publicadas pela primeira vez, em 1960, eles constituíram-se desde logo como o empreendimento editorial e historiográfico de maior alcance entre todos os que até então promovidos em Portugal, e certamente hoje devemos considerá-los como a mais monumental, quiça a mais significativa, de todas as realizações da cultura portuguesa deste século XX'.

P. S. Peso da obra já acondicionada e embrulhada: max 60kg.

 PORTUGAL’S CARTOGRAPHICAL MONUMENTA.

5 volumes in folio of 62x47 cm. with 144, 105, 113 and 118 pp. + Volume (vi) index with 32x24 xxix-109 pp. 625 + prints in colour and black/ white distributed throughout the work.

Bindings: Publisher hard boards. Gilt at spine and boards with titles.

Portuguese-English bilingual edition Commemorating the 5th Centenary of the death of Prince Henry, the Navigator.

Printed at the University Press, in Coimbra, on a special paper specially manufactured for this edition. Illustrations finished at Neogravura. Fac-simile collection of maps and cartographical charts of the Portuguese discoveries collected in a monumental work in 5 volumes + index.

It is the greatest typographical work produced by the Portuguese State in the period known as “Estado Novo”. Probably only 300 copies printed for 'official presents' and concessions authorized by the Presidency of the Portuguese Republic.

As mentioned by Prof. Alfredo Pinheiro Marques in the 1987's edition: 'Portugaliae Monumenta Cartographica is without a shadow of doubt one of the greatest - if not the greatest - cultural achievement yet seen in Portuguese historiography - and even in the international historiography in this field. When it was published  in 1960, it staked its claim immediatly as the most far-reaching historiographic and publishing venture yet undertaken in Portugal, and we must still consider it as the most monumental and perhaps significant cultural achievement in Portugal in the 20th century'.

PORTUGALIAE MONUMENTA CARTOGRAFICA

P. S. Weight of the work (conditioned and wrapped): 60kg max.

Referência: 1202CS001
Local: MS-01


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters