RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PINTO RIBEIRO. (João) OBRAS VARIAS SOBRE VARIOS CASOS,

COM TRES RELACOENS DE DIREITO E LUSTRE ao Dezembargo do Paço, às Eleyções, Perdões & pertenças de sua Jurisdicçaõ. Compostas pelo Doutor JOÃO PINTO RIBEYRO, Dezembargador do Paço do Conselho de Sua Magestade, que Deos guarde. Accrescentado Com os Tratados, Sonho Politico, Breve Discurso das partes de hum Juiz perfeito, & Obras Metricas. Pelo Doutor DUARTE RIBEYRO DE MACEDO, Dezembargador dos Aggravos, e do Conselho de sua Magestade, que Deos guarde. Dedicatus Nobilissimo, ac Reverendissimo Domino D. ANTONIO RIBEYRO DE ABREU In Sacro Conimbricensis Inquisitionis Senatu Judici, ac Praesidi Dignissimo, &c. EM COIMBRA: Na Officina de JOSEPH ANTUNES DA SYLVA, Impressor da Universidade, & Familiar do S. Officio, M. DCCXXIX. [1729]. Com todas as licenças necessarias, & à sua custa. 

OBRAS VARIAS, Compostas Pelo Doutor JOAÕ PINTO RIBEYRO, do Conselho de Sua Magestade, e Dezembargador do Paço. PARTE SEGUNDA. Contem Os Tratados Da Uzurpaçam Retencam e Restauração De Portugal; das Injustas sucessoens dos Reys de Leão & Castella, & Izenção de Portugal: a reposta sobre o elogio de D. João de Castro, escritto pelo Doutor Simaõ Torrezaõ Coelho, Collegial do Collegio mayor de S. Pedro, Lente de Canones na Universidade, & Deputado da Meza da Consciencia, & Ordens: demonstraçaõ sobre a Preferencia das Letras às Armas: de que a acçaõ de acclamar ElRey D. João o IV. foy mais glorioza, que a dos que o seguiraõ acclamado: carta sobre os Titulos da Nobreza de Portugal, & seus Privilegios: Relaçaõ feyta ao Pontifice sobre a confirmaçaõ dos Bispos de Portugal: & o Dezengano do parecer emganozo, que se deu a ElRey de Castella D. Phelippe IV. contra Portugal. Dedicada ao Excellentisssimo Senhor D. FRANCISCO XAVIER MENEZES, Conde da Ericeyra, do Conselho de S. Magestade, Sargento Mór de Batalha, Deputado da Junta dos tres Estâdos, &. EM COIMBRA. Na Officina de JOSEPH ANTUNES DA SYLVA. Impressor da Universidade, & Familiar so S. Officio. M. DCCXXX. [1730]. Com toda as licenças necessarias, & à sua custa.   

2 Volumes encadernados e um. In fólio de 31x21 cm. Com Com [viii], 144; [ii], 83, [i em br.]; [vi], 28; [viii], 165  (aliás 265), 44 págs. Encadernação da época inteira de pele, com rótulo, nervos e ferros a ouro.  

Folha de rosto impressa a preto e vermelho, com pequeno florão decorativo. Texto impresso em caracteres redondos e alguns itálicos sobre papel de linho ornamentado com cabeções, (uns com elementos vegetalistas e antropomórficos e outros constituídos por camarões, sendo que o cabeção do Lustre ao Desembargo do Paço tem o trigrama sagrado no centro) com iniciais decoradas, com belos florões de remate no fim de cada relação, no fim do Sonho Político, do Discurso Político e no fim das Obras Métricas. O Lustre ao Desembargo do Paço e o Sonho Político têm folhas de rosto próprias com belos florões decorativos no centro. O texto das oito obras incluídas no segundo volume está ornamentado com cabeções, iniciis decoradas e floões de remate.   

Exemplar com a encadernação com picos de traça, com defeitos de manuseamento e danificada à cabeça da lombada com perda de pele. Com picos de traça no interior das pastas da encadernação que se estendem pelo pé das primeiras e últimas folhas sem afectar o texto. 

As páginas preliminares do primeiro volume contêm uma dedicatória em latim do impressor a D. António Ribeiro de Abreu; índice das ordenações referidas nas Relações e Licenças. As do segundo volume contêm a dedicatória em português a D. Francisco Xavier de Meneses, 4º Conde da Ericeira e as licenças, com datas de 6 de Abril de 1729 a 26 de Abril de 1729.   

O presente livro contém no primeiro volume a 2ª edição das Três Relações de Direito de Pinto Ribeiro, publicadas pela primeira vez em 1643, em que o autor analisa várias disposições das Ordenações do Reino e dá informações autobiográficas sobre a forma como exerceu o cargo de Juiz de Fora de Pinhel, assim como a 2ª edição da obra sobre o Desembargo do Paço, que tinha sido publicado pela primeira vez em 1649. O Impressor juntou também a 2ª edição das obras de Duarte Ribeiro de Macedo que tinham sido publicadas pela primeira vez em Lisboa no ano de 1721.

O segundo volume contém oito obras publicadas em folhetos soltos desde 163 a 164. Cinco delas tratam de vários aspectos jurídicos e políticos da Restauração da Monarquia Portuguesa, uma delas é um Elogio ao Vice-Rei da Índia, D. João de Castro e as duas restantes tratam de dos títulos de nobreza em Portugal e dos seus privilégios conforme as Ordenações do Reino e sobre a maior importância das letras, ou seja do conhecimento e da sabedoria, relativamente às armas.        

Livro raro que reune todas as obras de Pinto Ribeiro, menos uma e que tinham sido publicadas em folhetos entre 1642 e 1646. As obras: Usurpação, retenção e Restauração de Portugal e Injustas sucessões dos Reis de Leão e Castela, e Isenção de Portugal foram traduzidas para italiano em 1646.   

João Pinto Ribeiro (Lisboa 1590? - Lisboa 1649) oriundo de uma família da região de Amarante, bacharel em direito canónico pela Universidade de Coimbra, foi Juiz de Fora em Pinhel, desde 1621 e depois em Ponte de Lima. Em 1635 foi enviado a Roma, incumbido de tratar dos negócios particulares da casa de Bragança, relativamente aos seus padroados para a sub-divisão das respectivas rendas, em várias comendas. Em 1639, foi-lhe conferida a comenda de Santa Maria de Guimulde, na Ordem de Cristo. Em 1640 era agente da Casa de Bragança em Lisboa e participou na Revolução do 1º de Dezembro desse ano.  

Duarte Ribeiro de Macedo (Lisboa 1618 - Alicante 1680) Diplomata, escritor e poeta, doutor em Direito pela Universidade de Coimbra, do Conselho do Rei D. Pedro II, Desembargador e Conselheiro da Fazenda e Cavaleiro da Ordem de Cristo. Foi Secretário da Embaixada que durante a regência da Rainha D. Luisa foi a França em 1659 e depois Ministro enviado à mesma corte e à de Hespanha.

Azevedo e Samodães II, 2496.  

Monteverde 4208.    

Inocêncio IV, 22 e X, 333-336. 

Barbosa Machado II, 722 a 724. 

Referência: 1112CS014
Local: SACO PG68


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters