RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS, QUADRO A ÓLEO PINTADO SOBRE MADEIRA.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



MORAES. (Wenceslau de) TRAÇOS DO EXTREMO ORIENTE.

Siam - China - Japão. Livraria de Antonio Maria Pereira - editor. Lisboa. 1895.

De 20,5x13,5 cm. Com vii, [i], 257, [ii] págs. Encadernação em tela com ferros a ouro na pasta anterior e na lombada. Não preserva as capas de brochura. Ilustrado com belas vinhetas tipográficas.

Exemplar com etiqueta do encadernador «A. David», Lisboa, no verso da pasta anterior. Contém ainda uma assinatura de posse manuscrita na página iii.

Crónica contendo as impressões de viagem a diferentes regiões do quadrante asiático, escrita por Wenceslau de Moraes. A obra suscita hoje, como na época, profunda curiosidade porquanto se trata de uma compilação de diferentes escritos que dão conta do fascínio e horror que certas tradições, costumes e paisagens provocam num ocidental do dealbar do século XIX. Pretendeu o autor colocar termo aos preconceitos e superstições que povoavam as mentes portuguesas acerca dos Orientais, revelando civilizações cultas e de grande enraizamento histórico.

Nascido em 1854 na cidade de Lisboa, Wenceslau de Moraes foi Oficial de Marinha de Guerra . Nesta qualidade viajou pelos continentes africano, americano e asiático, radicando-se no último, inicialmente em Macau e, posteriormente, no Japão, sua derradeira morada onde serviu alguns anos como Cônsul de Portugal. A sua experiência profissional aliada a uma venerável sapiência resultaram numa vasta obra de literatura conhecida dos grandes círculos eruditos.

Referência: 1111JC040
Local: I-30-I-2


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters