RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



FERREIRA BRETAS. (Rodrigo José) ANTÓNIO FRANCISCO LISBOA O ALEIJADINHO.

Publicações da Directoria do Património Histórico e Artístico Nacional. Nº 15. Ministério da Educação e Saúde. S/L. [Rio de Janeiro]. 1951.

De 28,5x24,5 cm. Com 65 [liv] págs. Encadernação do editor em tela. Ilustrado com 49 estampas em extra texto impressas sobre papel couché.

Reprodução documental da mais antiga biografia do Aleijadinho com a conciliação entre duas versões manuscritas. O biógrafo do Aleijadinho - Rodrigo José Ferreira Bretas - nasceu em Cachoeira do Campo em 1815, forma-se em humanidades nos Colégios do Caraça e Congonhas do Campo e entre 1839 e 1844 lecciona latim, filosofia e retórica em Barra Longa, Barbacena e Ouro Preto, além de ter sido nomeado Promotor Interino da Comarca.

Entre 1846 e 1849 funda e dirige um colégio em Bonfim do Paraopeba; nomeado Oficial Maior da Secretaria do Governo da Província em 1850; eleito deputado provincial para o primeiro de quatro mandatos em 1852; publica um livro sobre as origens das ideias do espírito humano em 1854; agraciado com a nomeação de Cavaleiro da Imperial Ordem da Rosa em 1855; instala a Biblioteca Pública de Ouro Preto em 1859; nomeado Inspector da Instrução Pública em Ouro Preto em 1861; e em 1862 assume da direcção do Colégio de Congonhas. Além de professor e político Rodrigo Ferreira Bretas foi um eminente inventor. Faleceu em 1866.

Referência: 1006JC036
Local: I-77-A-13


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters