RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SENNA FREITAS. (Bernardino José de) UMA VIAGEM AO VALLE DAS FURNAS NA ILHA DE S. MIGUEL EM JUNHO DE 1840.

Por... Fidalgo Cavalleiro da Casa Real, Commendador da Ordem de Christo, &c, &c. Lisboa na Imprensa Nacional. 1845.

De 33x25 cm. Com xvi, 105, [vi] págs. Brochado, preserva as capas de brochura originais.

Ilustrado com 3 gravuras extratexto.

Obra de aparato gráfico monumental, livro de viagens em Portugal, foi escrita com grande detalhe e critério cientifico por um autor português, é por isso tudo única no seu género entre nós.

Foi dedicada ao 1.º Barão das Laranjeiras, Manuel de Medeiros Costa Canto e Albuquerque, proprietário de uma quinta e balneário no vale das Furnas, um rico homem da ilha de São Miguel que foi líder do movimento liberal que levou à revolta de 1821 em Ponta Delgada e foi depois um dos principais financiadores da expedição do Exército Libertador comandada por D. Pedro que culminou no desembarque do Mindelo, em 1832. Esta dedicatória ao contrário do que afirma ou autor na mesma fez parte das acções realizadas por Sena Freitas, que era absolutista, ao longo da sua vida, para se integrar na nova sociedade dominada pelos liberais.

Em 1846, o 1º Barão das Laranjeiras apoiou a Revolta da Maria da Fonte e presidiu à Junta Governativa que assumiu o poder na Ilha de S. Miguel, em nome da Junta do Porto aproximando-se assim da área política de Sena Freitas, pois a Maria da Fonte foi uma revolução seguida de um curto período de guerra civil em que se registaram alianças pontuais entre Liberais descontentes com o governo e absolutistas apoiantes de D. Miguel, como era Sena Freitas.

Exemplar que preserva toda a originalidade do estado inicial com que foi publicado e por isso muito provavelmente único.

Obra ilustrada com 3 estampas litográficas de página inteira em extratexto, insertas no fim da mesma, abertas na Imprensa Nacional, apartir de desenhos da autoria de D. Mariana d´ A.A.C. Amaral e Freitas, que desenhou todos o grafismos da mesma. 1 - Mappa das Caldeiras das Furnas. 2 - Caldeira das Furnas. 3 - Vista do sitio das caldeiras das Furnas.

Capa anterior de brochura com esquadria decorativa de motivos vegetalistas e caligráficos, tendo ao centro o titulo da obra, uma gravura com um açor com a dedicatória ao Barão das Laranjeiras e monograma do autor 'B. J. S. Freitas.'.

A capa posterior de brochura apresenta também uma esquadria decorativa com motivos vegetalistas, diferente da anterior, tendo ao centro uma invulgar publicidade de Livraria 'Vende-se na loja da viuva Henriques - Rua Augusta n.º 1.'.

A folha de anterrosto apresenta uma esquadria decorativa de motivos vegetalistas diferente da anterior, tendo ao centro o titulo da obra.

A folha de rosto apresenta uma esquadria decorativa de motivos vegetalistas diferente das anteriores, tendo ao centro uma magnifica gravura tricolor (branco papel, preto e fundo rosa) com costumes etnográficos da ilha de S. Miguel.

A dedicatória do autor ao Barão das Laranjeiras, que foi o construtor das termas do vale das Furnas, foi gravada em forma de fac-simile de uma carta manuscrita com letra que poderá ser a do autor.

O texto da obra é enquadrado por esquadrias decorativas mais simples (que variam entre si ao longo do mesmo) com belas motivos vegetalistas e caligráficos.

Todos os capítulos iniciam com uma magnifica capitular decorativa com motivos vegetalistas e caligráficos e contêm uma bela gravura no texto com vistas ou motivos relativas ao mesmo. Destacam-se a da folha de rosto, a do primeiro capitulo Vista da igreja paroquial do valle das Furnas e sítios adjacentes, impressa com fundo verde e a do capitulo dois Jardim e lago do cônsul americano, também impressa com o fundo a verde.

Esta é a primeira obra de muitas que o autor publicou sobre os Açores, sendo que o próprio esteve em Lisboa para supervisionar os trabalhos da edição na Imprensa Nacional.

Memória descritiva do Vale das Furnas na Ilha de São Miguel, Açores, dividida em sete capítulos, alguns deles com notas, onde se faz referência à bibliografia consultada pelo autor.

Lista dos capitulos: 1 - História, Povoação, agricultura. 2 - Descrição do Vale das Furnas. Análise das suas Águas Medicinais. 3 - Eremitas do Vale das Furnas. 4 - Erupção no Vale das Furnas em 1830. 5 - Antiga Fábrica da Pedra-Hume no Vale das Furnas. 6 - Tábua Meteorológica, relativa ao mês de Junho de 1839 nas Furnas. 7 - Descrição inédita das Furnas da Ilha de S. Miguel [...] pelo Dr. Gaspar Fructuoso.

Bernardino José de Sena Freitas (Rio de Janeiro, 1808 - São Pedro de Maximinos, Braga, 1872) escritor e historiador. Foi Fidalgo da Casa Real, Comendador da Ordem de Cristo e sócio da Academia das Ciências de Lisboa e o seu terceiro filho foi o Padre José Joaquim de Sena Freitas.

Viveu muitos anos nos Açores, em Vila Franca do Campo, na Ilha de S. Miguel, para administrar os bens concedidos por D. João VI a seu pai. Não exerceu funções na administração pública, por ter sido apoiante de D. Miguel, dedicou-se à investigação histórica e à organização de arquivos, tendo produzido uma vasta obra muito importante para o estudo da história dos Açores. O seu interesse pelos arquivos levou a que propusesse diversos projectos pioneiros de inventariação, sistematização e edição de fontes documentais açorianas. Eça de Queirós nas Farpas de Setembro de 1871 criticou o contrato com o Governo para escrever uma história dos Açores, que Sena Freitas não chegou a fazer por ter falecido entretanto.

 33x25 cm. xvi, 105, [vi] pp. Paperbacked, preserves original paperback covers.

Illustrated with 3 hors text engravings.

Work of monumental graphic apparatus, a travel book about Portugal, was written with great detail and scientific criteria by a Portuguese author, and is therefore unique in its kind among us.

It was dedicated to the 1st Baron of Laranjeiras, Manuel de Medeiros Costa Canto e Albuquerque, owner of a farm and bathhouse in the Furnas valley, a wealthy man from the island of São Miguel. He was a leader of the liberal movement that led to the 1821 revolt in Ponta Delgada and was later one of the main financial backers of the expedition of the liberating army commanded by Dom Pedro that culminated in the 1832 Mindelo landing. This dedication, contrary to what the author states in it, was part of the actions taken throughout his life by Sena Freitas, who was an absolutist, to integrate into the new liberal-dominated society.

In 1846, the 1st Baron of Laranjeiras supported the Revolt of Maria da Fonte and presided over the Junta Governativa that assumed power on the island of S. Miguel, on behalf of the Junta do Porto, thus approaching the political area of Sena Freitas, as Maria da Fonte was a revolution followed by a short period of civil war, in which there were occasional alliances between Liberals dissatisfied with the government and absolutists supporters of D. Miguel, as was Sena Freitas.

Copy preserves the original state with which it was published and, therefore, most likely unique.

Work illustrated with 3 full-page hors text lithographic prints, inserted at the end of it, etched at the National Press, from drawings by D. Mariana d´ A.A.C. Amaral e Freitas, who drew all the graphics in it. 1 - Furnas Boilers Map. 2 - Furnas Boiler. 3 - Furnas hot springs site view.

Front paperback cover with decorative square frame with vegetal and calligraphic motifs, having in the center the title of the work, an engraving with a goshawk (in portuguese Açor, which gave name to the Azores islands) with the dedication to the Baron of Laranjeiras and the author"s monogram 'B. J. S. Freitas.'

The back paperback cover also features a decorative square with vegetal motifs, different from the previous one, with, in the center, an unusual bookstore advertisement 'For sale at widow Henriques" store - Rua Augusta no. 1.'

The half title page has a decorative border with vegetal motifs, different from the previous ones, with the title of the work in the center.

The title page presents a decorative border with vegetal motifs different from the previous ones, with, in the center, a magnificent tricolour engraving (white paper, black and pink background) with ethnographic customs of the island of S. Miguel.

The author"s dedication to the Baron of Laranjeiras, who was the builder of the Furnas valley hot springs, was engraved as a facsimile of a handwritten letter in what that may be the author"s own handwriting.

The text of the work is framed by simpler decorative frames (which vary throughout) with beautiful vegetal and calligraphic motifs.

Every chapter begins with a magnificent decorative caption with vegetal and calligraphic motifs and contains a beautiful engraving in the text, with views or motifs relating to it. Noteworthy are the one on the title page, the one in the first chapter, View of the parish church of the Furnas valley and adjacent sites, printed with a green background, and the one in chapter two, Garden and lake of the American consul, also printed with a green background.

This is the first work of many that the author has published about the Azores, and he was himself in Lisbon to oversee the editing work at the National Press.

Descriptive memory of the Furnas Valley on the island of São Miguel, Azores, divided into seven chapters, some of them with notes, where reference is made to the bibliography consulted by the author.

List of chapters: 1 - History, Settlement, Agriculture. 2 - Description of the Furnas Valley. Analysis of its medicinal waters. 3 - Hermits of Furnas Valley. 4 - Eruption in Furnas Valley in 1830. 5 - Old Furnas Valley Hot Stone Factory. 6 - Meteorological Table, relative to the month of June of 1839 at Furnas. 7 - Unpublished description of Furnas in S. Miguel Island [...] by Dr. Gaspar Fructuoso.

Bernardino José de Sena Freitas (Rio de Janeiro, 1808 - São Pedro de Maximinos, Braga, 1872) writer and historian. He was a nobleman of the Royal House, Commander of the Order of Christ and a member of the Lisbon Academy of Sciences, and his third son was Father José Joaquim de Sena Freitas.

He lived many years in the Azores, in Vila Franca do Campo, on the island of S. Miguel, to administer the property granted by D. João VI to his father. He did not work in public administration, because he was a supporter of D. Miguel. He dedicated himself to historical research and the organization of archives, and produced a vast body of work that is very important for the study of the history of the Azores. His interest in archives led him to propose several pioneering projects for inventorying, systematizing, and publishing Azorean documentary sources. Eça de Queirós in the September 1871 Farpas criticized the contract with the government to write a history of the Azores, which Sena Freitas never did because he died meanwhile.

Inocêncio I, 365 e VIII, 385. Borba de Morais não refere, embora o autor tenha nascido no Brasil. (Borba de Morais does not mention even though the author was born in Brazil.

Referência: 1004JC181
Local: PCS


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters