RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



CORTE REAL. (Jerónimo) SVCESSO DO SEGVNDO CERCO DE DIV.

ESTANDO DOM JOHAM MAZCARENHAS POR CAPITÃO DA FORTALEZA. Anno de 1546. Fielmente copiado da Ediçam de 1574. POR BENTO JOSE DE SOVSA FARINHA, Professor Regio de Filozofia, e socio da Academia das Sciencias de Lisboa. LISBOA: NA OFFIC. DE SIMAM THADDEO FERREIRA. Anno M. DCC. LXXXIIII. (1784).

De 15x10 cm. Com xvi, 436 págs.

Encadernação da época inteira de pele, com nervos e ferros a ouro na lombada.

Reedição oitocentista do poema quinhentista em verso endecassilábico dedicado ao Rei Dom Sebastião.

Inocêncio III, 262: 'JERONYMO CORTE-REAL, Senhor do morgado de Palma, e Capitão-mór de uma armada nos mares da India, onde militava pelos annos de 1571, regressando para Lisboa pouco tempo depois porquanto já aqui se achava, ao que parece, em 1574. Nasceu provavelmente não longe do anno 1540. A sua naturalidade é, quanto eu posso julgar, ainda duvidosa. Alguns o deram nascido em Evora o P. João Baptista de Castro, não sei com que fundamento, affirma no Mappa de Portugal que fôra natural de Lisboa e Barbosa no tomo IV da Bibl. colloca o seu nome entre os dos auctores cuja patria se ignora. Diz-se que morrêra nas propriedades do seu morgado em 1593.

Além da merecida fama que adquiriu de poeta distincto, obteve tambem entre os seus contemporaneos a de mui habil na arte da pintura. Consta o Cerco de Diu de vinte e um cantos, em versos hendecasyllabos soltos. Na opinião dos criticos este poema tem merito pela abundancia e belleza de suas comparações, quasi sempre frizantes e originaes pelas suas descripções, que denunciam no poeta um talento e vocação especial para o genero descriptivo e finalmente pelo vigor do colorido, e fogo militar, que alardêa nas descripções dos combates. A linguagem e em geral pura, e elegante porém o estylo nem sempre é tão poetico como seria para desejar por isso descáe muitas vezes em modos de dizer rasteiros, e menos dignos da magestade da epopéa, e da poesia elevada. Sahiu traduzido em verso castelhano por Fr. Pedro de Rodillas, e foi impresso em Alcalá, l597.

Brunet menciona no seu Manual um exemplar d'esta traducção, vendido por 1 £ 14.sh, pertencente á livraria de Heber'.

Referência: 1002JC023
Local: M-14-D-10


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters